Sunday, August 28, 2005

Outro dia

Amanhece lá fora, dizem-me os buraquinhos da persiana. O sacana dum galo canta a alvorada com sotaque de Barcelos, o cabrão. Deve ser, porque está-me a irritar como o caraças e ainda não se calou de anunciar o óbvio. Chega. Vou-me deitar outra vez que já são horas. Hoje é outro dia.