Thursday, August 11, 2005

Walk on

— Então, caralho?!
— Calma, eu explico ...
— Calma?! Dizes-te malfadado ... mas conseguiste bilhete para os U2!!
— O que é que queres ... tenho lá em Lisboa um irmão sportinguista, daqueles fanáticos, sócio cativo com lugar no estádio e tudo ...
— Epá, ... ehh ... pronto ... desculpa lá, ... não queria ofender ...
— ... como tinham preferência na compra, arranjou-me um ...
— Humm ... então foi isso ...
— Ainda por cima, mais ninguém da malta conseguiu, vou ter que ir sózinho ...
— Tchii ... pois é ...
— E prá bancada, é que nem sequer dá pra ajudar a estragar o relvado aos gajos ...
— Realmente, é preciso ter azar ...
— E a batelada de massa que me vai custar esta brincadeira? ... bilhete, gasolina, portagens ...
— Foda-ssse ... pois é, pá ...
— É assim ...
— Mas tens que aguentar ... melhores dias virão ...
— Sei lá ... é a vida ...
— Vá lá, coragem, ergue essa cabeça, pá ...
— Pois ... isso é fácil de dizer para quem fica em casa ...
— O que é preciso é seguir em frente ... nunca te esqueças disso ...
— Olha, tens razão, pá ... é mesmo isso que vou ter que fazer ...