Thursday, September 15, 2005

Business as usual

— Schôr doutor, isso que tá aí é tudo mentira. Atão, diga-me lá, acha que eu chamava à minha irmã "desaparece, puta que te pariu" ? Podia lá ser ...
— Pois, de facto, não tem muita lógica ...
— E eu só ia a segurar-lhe no braço quando ela tropeçou junto à porta e caíu ... quem lá for dizer o contrário está combinado com ela.
— Claro, se não a tem segurado ela ainda se tinha aleijado mais ...
— Se calhar ... olhe, o que ela quer é o dinheiro ...
— E não é pouco ... meteu aqui despesas que nunca mais acabam ...