Thursday, November 10, 2005

Pedido de emprego

Há pessoas que fazem fortuna, outras depressões, outras filhos. Há as que fazem humor, há as que fazem amor e as que fazem dó.
Há muito tempo que eu procuro fazer qualquer coisa! Não há nada a fazer: não há nada a fazer.




Jacques Rigaut (1889-1929) in 3 Histórias: Cravan/Rigault/Vache | Antígona
(trad. Abel Prazer/Silva de Viseu)