Sunday, July 31, 2005

Da utilidade dos dicionários

No meio daquela confusão toda ainda levou com uma cacetada no sincipício.

O jogador ideal

Nunca ganhou nada. O vício platónico pelo jogo era a sua perdição.

Nice guys finish last

Acima de tudo, sempre a respeitou.

Saturday, July 30, 2005

Fama sem proveito

Todos os dias ouvia um dichote picante a respeito da sua relação com ela. Tantas e tão falsas insinuações, levavam-no ao desespero.

Friday, July 29, 2005

Plural

Diz que vai ver o 9 Songs por causa da banda sonora.

Singular

Foi ver o 9 Songs por causa da banda sonora.

Thursday, July 28, 2005

Crash

Primeiro, reparou na loira ao volante que passou por ele com uma manobra perigosa. Depois, aproveitando o primeiro semáforo, bateu de propósito na traseira do carro dela. Em seguida, enquanto observavam os estragos, perguntou-lhe se já tinha visto algum filme do Cronenberg. Finalmente, começou a preencher a declaração amigável, resmungou para si mesmo qualquer coisa parecida com "a arte imitar a vida ou vice-versa ou o caralho", e pôs-se a fazer as contas à sua.

O aforista que perdeu o dom

Tempo houve em que era minimal nas máximas que escrevia. Agora é prolixo nas miudezas que publica.

Plástica

Ela tinha um complexo de inferioridade por serem pequenos. Ele tem um valor acrescido por serem os dela.
(nova versão do post que deverá substituir a anterior)

Wednesday, July 27, 2005

Seios

Tinha um complexo de inferioridade por eles serem pequenos. Não sabia que ele gostava deles por serem os dela.


Imogen Cunningham | Nude | 1923

Hermenêutica

Era tão literal na interpretação da Bíblia que antes de começar a lê-la punha sempre o primeiro álbum dos Genesis a tocar.

No leitor de DVDs

Comprado ontem na Worten por € 6,19 !!
Edição simples, sem extras (se não contarmos com a Rita Hayworth, claro)


Only Angels Have Wings | Howard Hawks | EUA, 1939
(tit. port. Paraíso Infernal, ed. Columbia/Sony)

Tuesday, July 26, 2005

Úlceras

Não percebo porque ninguém gosta delas. Já tive duas no duodeno que me livraram da tropa quando fui à inspecção.

(já para não falar destas)

Aviso aos incautos

Há por quem escreva muito, e bem. Aqui tecla-se pouco, e nem por isso.

Monday, July 25, 2005

reconhecimento

não esquece que foi ele o primeiro a linká-lo.

Desperate housewife

Nem a sogra baixava o tampo da sanita.

Sunday, July 24, 2005

Humor medíocre

(e provavelmente pouco original)
Quando se faz o publish da primeira parvoíce que nos vem à ideia.
(cf. dois posts anteriores)

Humor de marca

Com Viagra, Cialis ou Levitra, U2 can score.

Humor genérico

O medicamento que comprou naquela pharmácia estava fora do prazo de validade.

Saturday, July 23, 2005

Causa e feitio

Era introvertido por natureza.


Manuel Alvarez Bravo | First Solitude | 1956

Friday, July 22, 2005

Síndrome de Yoda

Uma Boa Mulher, com a Johansson Scarlett, ontem estreou.

Insónia

Quando finalmente conseguiu adormecer, já não foi a tempo. A mulher dos seus sonhos, cansada de esperar e agastada pela reincidência, há muito que tinha ido embora.

Thursday, July 21, 2005

Ciberdúvida

Porra ... (relendo o post anterior), nunca sei se é porque ou por que.
(solução aqui)

De qualquer modo, o gajo disse aquilo tudo pegado ...

Estigma

Porque é que os escoceses não fazem cruzamentos para a pequena área?

ouvido há pouco, no café, durante a transmissão em diferido pela RTP do jogo amigável entre Celtic e Sporting (2-2)

Wednesday, July 20, 2005

Pontaria

Vejo um papelinho entalado na escova do pára-brisas do carro. Aproximo-me, resignado, para ver que maleitas o prof. Karamba e quejandos me prometem curar desta vez. Afinal é o aviso de contra-ordenação n.º 80000 a sancionar-me por estacionamento em cima do passeio. Há três meses que ali o deixo durante as tardes de segunda a sexta-feira, sem problemas. No primeiro dia de uma apregoada greve às multas, tinha logo que me calhar a ovelha ranhosa da corporação em vez do piquete.

Tuesday, July 19, 2005

No leitor de CDs #6

One is the loneliest number ...


Magnolia (Original Soundtrack) | songs by Aimee Mann | 1999 | Reprise Records
(as vezes que já ouvi isto ...)

Monday, July 18, 2005

Pudor

Com as outras, tinha uma imaginação pornográfica. Com ela, sentia o rubor tomar conta das faces. "Podias ter sido um modelo do Weston", dizia-lhe em pensamento. Mas era sempre ela que quebrava o silêncio.
— Fala, diz qualquer coisa.


Edward Weston | Nude | 1936

Sunday, July 17, 2005

Malfadado

Fez um mês e ninguém lhe deu os parabéns.

Rei afogado

Não reina nem abdica do trono.

O jogador de xadrez

Preferiu sacrificar a Dama. Antes o par de Bispos que um par de cornos, pensou.

Saturday, July 16, 2005

Template

Nunca senti a angústia do écran em branco.

O costume

Aborrecido por uma Consideração Irrelevante, o Ponto em Discussão ordenou-lhe que não mais se fizesse ouvir; esta, no entanto, puxou a saia e passou-lhe por cima, por entre os aplausos do povo.



Ambrose Bierce (1842-1914)
in Esopo emendado & outras fábulas fantásticas | Antígona
(trad. Fernando Gonçalves)

Friday, July 15, 2005

Luz e cor


The Searchers | John Ford | EUA, 1956


Singin' in the Rain | Stanley Donen & Gene Kelly | EUA, 1952

(according to Martin Scorsese)

Thursday, July 14, 2005

Speed dating

Pela primeira vez sentiu orgulho da sua ejaculação precoce.

Wednesday, July 13, 2005

No leitor de CDs #5


XTC | Apple Venus, Volume 1 | 1999 | Cooking Vinyl
(perguntavam-me ontem qual o álbum dos XTC que recomendava: todos, claro, mas se tiver que ser só um...)

Da porra da idade

Um tipo acorda, levanta-se, e a primeira coisa que ouve depois do despertador são os remoques do esqueleto, o queixume dos músculos e o cruel motejo da consciência pela futebolada da véspera.

Tuesday, July 12, 2005

1.f3 e5 2.g4 Dh4++

A parte surrealista daquele sonho foi ver um Alberto João Jardim pensativo perante um tabuleiro de xadrez. A outra foi vê-lo escolher as brancas depois de um assessor lhe ter segredado ao ouvido que elas tinham vantagem na abertura.

Filme de c-c-c-culto

Otto: You said you loved him!
Wanda: That's right. Now let me give you a multiple choice question - A. Wanda was lying. B. Wanda was telling the truth. Which one you gonna pick?
Otto: You told me you were not planning to see him!
Wanda: Because I knew you would come along and fuck it up. I'm setting up a guy who could be incredibly important to us - who's gonna tell me where the diamonds are and whether they're going to come and arrest you and you come loping in like Rambo without a jock strap and dangle him out a fifth floor window. Now, was that smart? Was it shrewd? Was that good tactics? Or was it stupid?
Otto: Don't call me stupid.
Wanda: Oh, right, to call you stupid would be an insult to stupid people. I've worn dresses with higher IQs. I've known sheep that could outwit you, but you think you're an intellectual don't you, ape?
Otto: Apes don't read philosophy.
Wanda: Yes, they do Otto, they just don't understand it. Now let me correct you on a couple of things here. Aristotle was not Belgian. The central message of Buddhism is not 'every man for himself,' and the London Underground is not a political movement. Those are all mistakes, Otto. I looked them up. Now, you have just assaulted the one man who can keep you out of jail and make you rich. What are you going to do about it huh? What would an intellectual do? What would Plato do?

(written by John Cleese & Charles Crichton)


A Fish Called Wanda | Charles Crichton | GB/EUA, 1988
(a passar neste momento no canal Hollywood)

Monday, July 11, 2005

Solidão de estio

O que guarda do frio guarda o calor, costumava ouvir do avô na sua incredulidade de menino. Sabe agora que assim é quando sente o seu corpo transpirado a pedir o dela.

Sunday, July 10, 2005

Petit Larousse

"Karyaka, um jogador que remata com os dois pés ..."

ouvido na SIC durante a transmissão em directo do jogo particular Sion - Benfica (1-2)

categoria: futebolês lusitano
(gesto técnico de muito difícil execução que deverá sempre constar do repertório de um futebolista recém-contratado sob pena de não se tratar de um jogador completo)

Pas de deux

Formavam um par sui generis. Ele não fazia o género dela nem ela fazia o género dele.

Saturday, July 09, 2005

That's the spirit


(foto: Geoff Caddick/AP)

Friday, July 08, 2005

5.28 AM

Vou-me deitar e esperar pelo son(h)o.

O ofício de Pavese

É o que tenho mais próximo de uma leitura de cabeceira mesmo se à cautela o deixo a repousar na estante. Costumo folheá-lo a horas certas e incertas, ao sabor das vicissitudes dum espírito acossado ou dos caprichos duma insónia recalcitrante. Inexoravelmente, descubro sempre por ali um post arguto e certeiro em que me revejo com uma clarividência assustadora qualquer que seja a conjuntura endógena que me atrapalhe a puta da vida (a parte do génio não se aplica por manifesta falta de comparência, claro).

Quando um homem está no estado em que me encontro, só lhe resta fazer o exame de consciência.
Não tenho motivo para repudiar a minha ideia fixa de que tudo o que acontece a um homem é condicionado pelo seu passado; em suma, é merecido. Evidentemente que devo ter feito das boas para ter chegado a este ponto.
(...) Nunca trabalhei verdadeiramente e, de facto, não sei qualquer ofício. E há outro defeito que se vê também claramente. Nunca fui o simples inconsciente que goza as suas satisfações e se está nas tintas. Sou demasiado cobarde para isso. Acariciei-me sempre com a ilusão de que possuía o sentido da vida moral, passando instantes deliciosos - é a palavra justa - a inventar casos de consciência, sem me decidir a resolvê-los pela acção. Depois, não desejo exumar a complacência com que outrora me entregava ao aviltamento moral com fins estéticos, e do qual esperava uma carreira de génio. E este período ainda não o superei.


Cesare Pavese (1908-1950) in O Ofício de Viver | Relógio D'Água
(trad. Alfredo Amorim / Margarida Periquito)

Thursday, July 07, 2005

No hipermercado

Reparei que era o terceiro na fila da caixa e perguntei-lhe, sorrindo, se ali não faziam como no G8. Ela não respondeu logo, mas quando chegou a minha vez, disse-me num tom profissional e monocórdico "vinte euros e setenta e cinco cêntimos, se faz favor". Fiz-lhe o favor e arrastei o meu mundo dali pra fora.

Ver para querer

Quando olhava para ela, era o mais crente deles todos.

Tuesday, July 05, 2005

Educação sexual

Era do tempo em que os manuais escolares tinham nome de mulher.

No leitor de CDs #4


Dexter Gordon | Our Man in Paris | 1963 | Blue Note
(na morte do contrabaixista francês Pierre Michelot, 1928-2005)

Monday, July 04, 2005

Pragmatismo

Sempre foi antiglobalização. Um dia, sem querer, entornou o tinteiro da secretária em cima do planisfério.

Tábua das matérias

Organizava as memórias passadas com a melancolia presente.
(segunda edição revista e aumentada)

Sunday, July 03, 2005

Cinefilia

Deep Throat, The Devil in Miss Jones, Behind the Green Door ... andava numa fase em que só lhe apetecia rever os clássicos.

Luther Vandross (1951-2005)

(CNN) - Legendary R&B artist Luther Vandross, whose smooth, silky voice gave soul to songs about life, love and relationships, died Friday. He was 54 years old.


Luther Vandross | Power of Love | 1991 | Epic
(a quintessência da sua longa parceria com o baixista, produtor e multi-instrumentista Marcus Miller)

Saturday, July 02, 2005

Metabloguismo

No princípio era o Ego. E no fim, também.

Friday, July 01, 2005

Observações de Verão

O calor dilata os corpos.

Reminiscência

Quando foi comprar o colete reflector pediu um da Stabilo Boss.