Wednesday, November 30, 2005

Ofélia

Não era qualquer pessoa que se apaixonava por ela.

Penitência

Quando julgava que este blog já tinha batido no fundo, olho pra baixo e releio uma piada de caserna sem graça. Por este andar, não chegamos ao Natal.

Já marchava

Na parada, o olho clínico do instrutor apreciava o passo certinho da recruta loira.

Tuesday, November 29, 2005

A ideologia do beijo #2


Elliott Erwitt | Wedding Kiss, New York City | 1955

(um beijo conservador, obviamente de direita)

A ideologia do beijo

Os dois aqui em baixo são de esquerda.

(It's never) too late


George S. Zimbel | Late Night Kiss, Harlem | 1951


George S. Zimbel | Latter Day Kiss, Brooklyn | 1956

Confession on a dance floor

— Então, não danças?
— Não gosto muito, o Ray of Light é que era bom.

Monday, November 28, 2005

Switch

Não vê a hora de trocar aquele relógio foleiro.

French kiss

Foi caricato sair com a gaja disléxica. Só percebeu o que ela queria no lapsus linguae da despedida.

Sunday, November 27, 2005

Profissional liberal

Era tão liberal no seu trabalho que tinha sempre a profissão em risco.

Jogging

Andam juntos há uma semana e ela já quer correr com ele.

A typical male

always read the sports page.

"Gastei muito dinheiro em álcool, mulheres e carros. O resto desperdicei ..."
George Best (1946-2005) in A Bola

Friday, November 25, 2005

Untitled

Thursday, November 24, 2005

O velho que lia romances de amor

esqueceu-se de ler as contra-indicações do viagra.
Foi a literatura do coração que o matou.

Bold

O negrito deste blog é mais branco que o Michael Jackson.

Pobre diabo

Para ele, o sexo é tudo. Agora só lhe falta conseguir endireitar a puta da vida.

Wednesday, November 23, 2005

Anemias & leucemias

Aquela queda para as doenças está-lhe no sangue.

Amigos de Peniche

Estavam sempre a lembrar-lhe que o melhor era esquecê-la.

Déjà vu

mmmhh ... 5.38 AM ...

Body and soul


"Brevity is the soul of lingerie"
Dorothy Parker (1893-1967)

Tuesday, November 22, 2005

5.52 AM

agora é que é. mais uma tentativa.

5.47 AM

nunca tive nenhum diário. só um nocturno. e mesmo esse, abandonei-o há alguns anos por falta de interesse.

5.41 AM

já parou.

5.40 AM

olha, começou a chuviscar.

5.36 AM

os gajos do lixo atrasaram-se esta noite. só agora os oiço, na rua, descarregando os contentores. trabalho sujo mas honrado.

5.31 AM

dasss ... ainda por cima é terça-feira.

5.29 AM

o sono dos justos.

Morfeu

ou a fúria dos deuses que se abate sobre mim.

Reminiscências

Deitado na cama, tomado pelo primeiro impulso e sem que nada se lhe diga para onde se virar, o corpo assume espontâneo a posição fetal e aguarda pelo torpor que tarda em resgatá-lo da insónia.

(reposição)

PostSecret


eu vejo a Sic Mulher


por causa de uma história de amor


ok, chamem-me lamechas, mas em matéria de sitcoms, sempre foi das minhas preferidas

Monday, November 21, 2005

Memória desgraçada

Como hoje, acontece-me frequentemente. Vou na rua e cruzo-me com um fulano qualquer que me cumprimenta de passagem com simpática deferência, ao que a boa educação me manda corresponder com idêntica saudação. Normalmente, levo o resto do percurso de ocasião a matutar de onde conheço aquela cara, o que faço a maior parte das vezes sem o almejado sucesso. Em regra, passadas algumas horas ou no dia seguinte, quando já nada o faz prever, faz-se luz sobre o rosto olvidado. No entretanto, a penumbra vai-me remoendo a ideia com irritante persistência — "foda-se, conheço aquele caralho de algum lado" — o que não tem, convenhamos, graça nenhuma.

Sunday, November 20, 2005

Chicotada psicológica

Quando ela se apercebeu que ele nunca alinharia nas suas fantasias S&M, trocou-o logo por outro capaz de cumprir os objectivos daquela relação.

Update

Fazia tempo que ele não saía com uma gaja, fazia tempo que ela não saía com um gajo, e passaram a noite toda a fazer tempo.

Cinzentismo #2

— Continuas muito cinzento, pá.
— Já fui mais.

Cinzentismo

Uma imagem vale mais que mil palavras #2

Depende. Se forem minhas, sei que o raio do aforismo peca sempre por excesso ou por defeito.

Uma imagem vale mais que mil palavras

e tenho preguiça de escrevê-las.


Duboscq-Soleil, L. Jules | Still life with skull | ca. 1850

Saturday, November 19, 2005

As I Go


Richard Swift | The Novelist / Walking Without Effort | 2005 | Secretly Canadian

Thursday, November 17, 2005

Mulheres por dias

Trocava de mulher como quem muda de camisa. Diz ele que nunca arranjou uma que as lavasse e passasse a ferro.

The one and lonely

Não sou exemplo para ninguém.

Wednesday, November 16, 2005

Quando era puto não gostava de poesia #5

Agora tento suprir a ausência dela.

Ausência

Por muito tempo achei que a ausência é falta.

E lastimava, ignorante, a falta.

Hoje não a lastimo.

Não há falta na ausência.

A ausência é um estar em mim.

E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,

que rio e danço e invento exclamações alegres,

porque a ausência, essa ausência assimilada,

ninguém a rouba mais de mim.




Carlos Drummond de Andrade (1902-1987)

Tuesday, November 15, 2005

Uma cavalgadura em tons de azul

Hoje vi-o outra vez, o polícia asinino que me multou há coisa de três ou quatro anos por (alegadamente) me ter visto passar um semáforo vermelho. Não juro que a lambreta onde sentava o cu fosse a mesma, mas o bigode ridículo não me deixa mentir. Reconhecê-lo-ia em qualquer lado. Até num quadro do Miró.


Joan Miró | The Policeman | 1925
Oil on canvas | 248 x 194.9 cm | The Art Institute of Chicago

Not yet

Um dia hei-de perder esta mania dos títulos em inglês.

A blogger's tale

Foi amor à primeira leitura.

Monday, November 14, 2005

Rear view (mirror)


Mario Testino | Kate Moss, Harpers Bazaar, Los Angeles | 1996

Ears wide shut

Era tão surdo que nem queria ouvir falar nisso.

Unconditional love

Contemplou o rosto cheio de rugas. Depois, devagarinho, foi descendo o olhar pelo corpo nu e engelhado estendido na cama ao seu lado. Realmente, ela já não estava em condições. Baixou ainda mais os olhos. Nem ele.

Sunday, November 13, 2005

Dilema

Estava dividida entre o amor do António e as intermitências do José.

Coisas que me deixam fodido

Dar de caras com "aquele" clássico em DVD, tipo "edição de coleccionador", quase sempre duplo e cheio de extras, a metade do preço que me custou a edição simples que tenho cá em casa desde o tempo em que não havia outra.

Saturday, November 12, 2005

Desconsolo maternal

"Ai rapaz, rapaz, não sei que pensar é o teu"

Água e cloreto de sódio

Não tinha um pingo de vergonha naquela cara. Só uma lágrima furtiva.

Thursday, November 10, 2005

<——————>

Este blog acaba de alargar os seus horizontes. Mal se nota porque a paisagem, essa, continua desoladora como sempre.

No leitor de CDs #17


Tim Buckley | Goodbye and Hello | 1967 | Asylum
Jeff Buckley | Grace | 1994 | Columbia

um republicano indefectível só reconhece uma linhagem de eleitos.

Pedido de emprego

Há pessoas que fazem fortuna, outras depressões, outras filhos. Há as que fazem humor, há as que fazem amor e as que fazem dó.
Há muito tempo que eu procuro fazer qualquer coisa! Não há nada a fazer: não há nada a fazer.




Jacques Rigaut (1889-1929) in 3 Histórias: Cravan/Rigault/Vache | Antígona
(trad. Abel Prazer/Silva de Viseu)

Tuesday, November 08, 2005

Sleeve design


Green Day | American Idiot | 2004 | Reprise

When dreams come true

Abandonou o surrealismo e aderiu ao neo-realismo. Dele se disse que ficou na miséria depois de ver realizado o seu maior sonho.

Dada

Era tão dadaísta que cagava no urinol do Duchamp.

Monday, November 07, 2005

Passagem à clandestinidade


Tod Webb | Street scene in St. Restitit, southern France | c. 1950

Sunday, November 06, 2005

Os limites da dialéctica

Ignorância e sabedoria são como duas faces opostas de uma moeda que não se atira em sorte quando jaz inerte. Posta habilmente a girar, cada uma vai sucessivamente dando lugar à outra num ideal e harmonioso movimento perpétuo. E se há aqueles que, portadores de uma tremenda falta de jeito, não conseguem fazê-la rodopiar mais que uma inconsequente fracção de segundo, outros há que, possuidores de curiosa e tenaz persistência, repetem ad infinitum a operação, apurando a perfeição do gesto e prolongando o efeito alcançado.
Claro que nada disto faz sentido quando se tem a desdita de ter que aturar e retorquir a conversa de um sujeito sem trocos.

(reposição)

Cancer

Tinha um signo maligno.

Peace of mind

"Descansa em paz, meu filho", foram as últimas palavras que ouviu do padre antes de exalar o último suspiro com um sorriso nos lábios.


Paz Vega

Saturday late-night mood


Frank Sinatra | In the Wee Small Hours | Capitol | 1955

Thursday, November 03, 2005

Solitaire

Se não fosse ela, nunca seria o jogador exímio que é hoje.

Sorte ao jogo, azar no amor

A única vez que ela tirou a roupa por causa dele foi naquela partida de strip poker.

Vendido!


My blog is worth $33,307.86.
How much is your blog worth?

Wednesday, November 02, 2005

One night stand

Ele era vendedor de automóveis. Ela queria comprar um carro.
Na manhã seguinte, quando se despediram, ambos sabiam que não haveria negócio.

No leitor de CDs #16

I fall outside of her
She doesn't notice
I fall outside of her
She doesn't notice at all

(...)

Put the brakes on
Put the brakes on
'Cos I'm fading fast
Can't find the link
Between me and her

(...)

Give me one more chance to do things right

(...)

There's no talking to her
Talking to her
I'll keep my thoughts to myself
Unless I'm asked

(...)

Life's for the taking so they say
Take it away

(...)

Like blemishes upon the skin
Truth sets in


David Sylvian | Blemish | 2003 | CD copy

Tuesday, November 01, 2005

Nem um

Dia de todos os santos, e não vi nenhum.

Danos colaterais

Este ano o bolinho da minha mãe não levou pinhões, só nozes. Estão caros, diz ela.
É a crise.

On a night like this ...


Halloween | John Carpenter | EUA, 1978