Monday, January 30, 2006

Ai o orvalho

4.58 AM. Vou à janela, levanto a persiana, espreito a noite lá fora. Uma camadita de geada reluzente cobre os tejadilhos estacionados no frio da rua. Ainda não foi desta que a vi cair.